Checklist: Como controlar os produtos do seu estoque sem falhas

Ter um controle total do que entra e sai da sua empresa evita prejuízos significativos devido a furtos e também aumenta as chances de encontrar oportunidades de negociação com os fornecedores.

Por menor que seja o porte da empresa, o empreendedor jamais deve relegar a gestão do estoque a segundo plano. Ter controle total do estoque da empresa amplia oportunidades de negócio com os fornecedores e evita o déficit de alguma mercadoria.

Além disso, em casos de empresas que atuam com alimentação, manter a plena atenção a esse controle evita que a empresa tome multa, seja interditada ou até mesmo fechada pela vigilância sanitária, caso contenha em estoque produtos cuja data de validade esteja vencida.

Forme uma equipe e treine os colaboradores

O estoquista é essencial para o funcionamento da empresa. Para não correr o risco de errar na contratação desse colaborador, verifique se ele tem afinidade com números. É importante que seja uma pessoa organizada e objetiva. Caso o estoque seja muito grande para apenas um estoquista, deve ser formada uma equipe. Ela precisa de um líder que se responsabilize pela rotina de verificação do controle do estoque e mantenha em operação o funcionamento do sistema. O treinamento da equipe deve englobar, entre outros aspectos importantes, noções como...

PEPS e UEPS

O conceito FIFO (first in first out) ou, como é conhecido no Brasil, PEPS (primeiro que entra primeiro que sai) é de grande importância para a mercadoria se pagar e para evitar que produtos atinjam a data de validade enquanto estão em gôndolas ou em estoque. Já o UEPS (último a entrar é o primeiro a sair) é o contrário do PEPS e, sem dúvida, apesar de não ser o mais indicado para o ramo de perecíveis, também é bastante utilizado, já que o valor dessas aquisições é usado para calcular o valor total dos itens armazenados.

Não comprar produtos em quantidade acima do histórico de compra

Alguns produtos vendem muito mais em datas comemorativas, e naturalmente você vai querer comprar mais do fornecedor para poder vender mais ao consumidor final. Exemplos? Cerveja em Copa do Mundo e bacalhau na Páscoa.

Não os estocar em quantidade superior ao seu histórico de compras é a melhor forma de evitar que a data de validade vença. Mas nem sempre é tão simples quanto parece.

Algumas ações podem contribuir para a solução desse problema, ou pelo menos fazer com que ele ocorra com mínima incidência. A primeira delas é sempre verificar, através dos relatórios de estoque, quais são aqueles produtos que têm baixa rotatividade e ficar de olho neles. Confronte a data de validade com o giro dessa mercadoria e a exponha em local de maior giro e visualização, ou trabalhe uma promoção para ela.

Relatórios de estoque são importantes, também, porque permitem verificar quais são as mercadorias que estão faltando na reposição e quais são aquelas que estão no estoque, porém não apresentam tanta saída.

Automatização com código de barras

O código de barras é grande aliado na organização de um estoque. Torna-se uma ferramenta mais eficiente ainda, quando integrado a todos os outros equipamentos de manutenção, através do sistema de gerenciamento da empresa.

Caso você não tenha um sistema que o auxilie nisso, adquira agora o Diamond PDV e tenha controle total do seu estoque de forma dinâmica. As baixas no estoque são feitas automaticamente no momento da venda. O Diamond possui integração total com balanças, leitores de códigos de barras, impressoras fiscais e todos os outros equipamentos de automação. Ele te auxilia em cada um dos pontos citados acima, inclusive na gestão da cadeia de suprimentos. Evitando assim, imobilização de recursos e aplicação de análise de comportamento de saída de itens em estoque para auxiliar em gestão de pontos de pedidos, estoque mínimo e estoque máximo.

Utilize o melhor sistema do mercado e comprove a eficiência do Diamond na sua administração.